I M P O R T A N T E

As informações, sugestões e tratamentos citados neste blog e em seus links tem caráter apenas informativo, nunca substituindo a opinião ou conselho de seu médico.

segunda-feira, 16 de março de 2015

Diagnóstico de arritmias pelo telefone





 A internet passou a fazer parte do dia-a-dia de todos e,  integração de outros aparelhos está multiplicando a sua utilidade. 
 A utilização do telefone celular como ferramentas para auxiliar no diagnóstico de doenças é uma realidade. Já existem centenas de aplicativos voltados desde a prevenção até mesmo auxiliar o tratamento de diversas doenças.
 Estudos mostram que 85 % dos usuários da internet já procuraram informações sobre medicina e aproximadamente 30 % dos usuários de smartphones já baixaram aplicativos de saúde.
Recentemente foi aprovado  pela agência reguladora de saúde (FDA) americana um aparelho que adquire o eletrocardiograma direto pelo celular.


 Este equipamento pode ser utilizado por qualquer pessoa e o traçado encaminhado para seu médico. Estudos mostraram que este é um método muito eficaz para o diagnóstico de arritmias de risco, eventuais desencadeantes e até mesmo sua duração e risco. Muitas, se não tratadas, podem levar até mesmo a derrames (AVC).
 A tecnologia móvel na saúde continua a desenvolver-se em um ritmo muito rápido devido a diversas vantagens em relação aos instrumentos tradicionais tais como custo, acessibilidade e maior informação do paciente com sua doença.
 Este equipamento não está disponível para comercialização no Brasil porém,  no consultório já estou avaliando a sua eficácia e utilidade em alguns pacientes.

Um comentário:

  1. Olá.
    Gostaria de saber sua opinião acerca deste equipamento, haja visto seu comentário de que já está avaliando a eficácia e utilidade com alguns pacientes.
    Obrigado,
    Fabrício

    ResponderExcluir

Casado(a)? Sua chance de morrer por doença do coração pode ser menor!

Pessoas com doença cardíaca  casados apresentam menor risco de morte por doenças do coração assim como de outras doenças do que os não...