Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2013

Nozes e mortalidade por doenças do coração

Imagem
Diversos estudos médicos confirmaram que  o consumo regular de nozes está associado com a diminuição de doenças cardiovasculares e diabete tipo 2.Porém, nunca foi estudada a associação entre o consumo de nozes e mortalidade. Recentemente um estudo avaliou aproximadamente 150 000 pessoas por 20 anos. Neste período mais de 20 % faleceram, observou-se que o risco de morte foi maior naqueles que não ingeriam nozes. Quanto mais frequente a ingesta, menor o risco, ou seja comer todos os dias é melhor do que comer uma ou duas vezes por semana. Também observou-se que o consumo de nozes diminuiu as mortes devido ao câncer , doenças cardíacas e doenças respiratórias.  É sempre bom lembrar que as nozes contém alto teor calórico portanto o seu consumo em excesso pode provocar aumento de peso, quem sabe é uma boa desculpa para voce começar a praticar atividade física?

Morte súbita cardíaca durante esportes é rara em mulheres

Imagem
A morte súbita cardíaca é uma das principais causas de morte no Brasil. Estudos americanos mostram que é a principal causa de morte nos Estados Unidos, matando uma pessoa a cada 90 segundos. Sabe-se que a atividade física regular diminui o risco, porém em pessoas, que participam de exercício extenuante de maneira irregular (atletas de final de semana) este risco pode aumentar.  Recente artigo médico publicado em uma das mais importantes revistas médicas, demonstrou que as mulheres são muito menos propensos a sofrer morte súbita cardíaca durante o exercício do que os homens.
 Este estudo foi realizado na França entre 2005 e 2010 e os pesquisadores documentaram 820 casos de morte súbita durante a prática esportiva em indivíduos dos 10 a 75 anos.   Apenas 5% dos casos ocorreram em mulheres e, a maioria, durante ou logo após atividade física vigorosa, principalmente corrida, ciclismo e natação.  De acordo com os pesquisadores a morte súbita cardíaca relacionadas com o desporto foi 30 vezes me…

Prevenção do Infarto - dicas importantes

Imagem
entrevista revista Men`s Health

Infarto você não vai cair nessa, vai? O problema afeta cada vez mais pessoas jovens. Estresse, cigarro, sedentarismo, excesso de exercício... Fuja deles! Caio Neumann11h5516/04/2013
Estresse, bebida, excesso de atividade física e muita comida gordurosa (lembra o seu último fim de ano?) são causas comprovadas de problemas cardíacos. E vale ficar de olho. O Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde do Brasil (DATASUS) aponta que em 2011 houve um aumento de 13% no número de internações por infarto entre jovens de 20 a 39 anos sobre o ano anterior. O último dado disponível (2007) apontava mortalidade de 73% nesses casos. Aqui, explicamos porque isso acontece e como você pode deixar o perigo longe. O infarto ocorre quando uma placa de gordura entope um vaso sanguíneo do coração. Isso faz com que células do órgão não recebam os nutrientes e o oxigênio que o sangue carrega. Então, as células morrem, o tecido necrosa e o coração não funciona com…

As complicaçoes das arritmias podem ser previnidas de acordo com a formação do médico

Imagem
A arritmia chamada de fibrilação atrial (FA) pode ter consequência severas (principalmente derrames) quando não é adequadamente tratada. Apesar disto, ainda observa-se diferenças na maneira que esta arritmia é tratada pelos médicos em geral. Estudo americano no qual foram acompanhados mais de 10 mil pacientes mostrou que, apesar dos médicos em geral conhecerem a necessidade de prevenção, os especialistas em arritmias cardíacas utilizam mais os anticoagulantes do que os clínicos ou demais cardiologistas. Para muitos pacientes, principalmente aqueles que sofrem de outras doenças, a utilização de anticoagulantes é a melhor maneira de prevenir as complicações desta arritmia. Neste momento nosso país encontra-se “importando” médicos para o atendimento. Os resultados dos exames de avaliação mostram que muitos deles não apresentam a mesma qualificação do que os médicos brasileiros. Além disto os médicos sózinhos, sem qualificação do atendimento pouco poderão fazer.