I M P O R T A N T E

As informações, sugestões e tratamentos citados neste blog e em seus links tem caráter apenas informativo, nunca substituindo a opinião ou conselho de seu médico.

terça-feira, 16 de abril de 2013

Sexo emagrece ?



 Sexo queima muitas calorias: Fato ou ficção?
 Seguidamente nós tomamos como verdades absolutas alguns mitos que podem não ser necessariamente verdadeiros. Segundo os especialistas o que importa é o fato e não as crenças. 
 A relação do emagrecimento com a prática de sexo consensual é um exemplo típico desta situação. Obviamente nem todas as pessoas fazem sexo para perder peso mas já conhecemos alguns dados objetivos: a perda calórica dos homens é de aproximadamente 100 calorias até o orgasmo, o equivalente a uma caminhada de 20 min. 
 Neste mesmo estudo verificou-se que a duração média de uma relação sexual é de 6 minutos (decepcionante...).  Vale a pena observar que  este estudo foi conduzido em 1984 e não mediu o gasto calórico das mulheres.
 Hoje em dia, ao mesmo tempo que aumentou a preocupação com uma vida saudável, o número de pessoas com obesidade ou sobrepeso cresceu muito. 

 O que será que aconteceu com nossa vida sexual, voces acreditam que gastamos mais ou menos energia do que antes? 



terça-feira, 9 de abril de 2013

Comunicação com pacientes, a chave para o sucesso



 Muito se fala das dificuldades na relação entre os médicos e seus pacientes.
 Nosso sistema de saúde quase obriga o médico a atender muitas consultas em pouco tempo, com isto a comunicação fica ainda mais dificil. Os problemas mais frequentes são a dificuldade do paciente explicar ao médico seus problemas e o médico não comunicar-se de maneira com que o paciente entenda o tratamento necessário. Esta situação acaba levando tanto a omissão de informações pelos pacientes assim como pelos médicos. As duas situações  prejudicam muito o tratamento podendo colocar em risco o paciente.

 Para avaliar o tamanho desta dificuldade foi publicado (JAMA) um estudo em pacientes que colocaram marcapassos. 

 Dentre os resultados observou-se que 5 em cada 10 pacientes acharam que foram pouco informados sobre a cirurgia e em 70 % dos casos os médicos utilizaram expressões pouco conhecidas pelos pacientes. Por outro lado, 80 % dos pacientes não informaram o médico sobre suas dúvidas e inquietações.

 Esta dificuldade de comunicação aumenta os gastos para todos pois exige diversas reconsultas e exames desnecessários como também geram ansiedades e descontentamento para todos.

Casado(a)? Sua chance de morrer por doença do coração pode ser menor!

Pessoas com doença cardíaca  casados apresentam menor risco de morte por doenças do coração assim como de outras doenças do que os não...