Morte súbita e casamentos: a união perfeita?





  O ataque cardíaco é mais perigoso em pessoas que vivem sozinhos do que nos casados ou com uniões estáveis, de acordo com pesquisadores finlandeses após avaliar mais de 15 mil casos.
 Esta diferença ocorreu principalmente quando ocorre que uma parada cardíaca fora do hospital. 
 Outras pesquisas ja demonstravam que os homens solteiros ou que moram sozinhos têm risco maior de doença cardíaca e morte, porem pouco se conhecia sobre o efeito do casamento nas mulheres.
 Este estudo mostrou que entre as mulheres 3 em cada 4 eventos ocorreram naquelas que moravam sózinhas.

 "Nosso estudo sugere que o casamento reduz o risco de morte devido em homens e mulheres em todas as idades", concluíram os autores. 

  Outro achado interessante é que o risco de morte após a alta é praticamente o dobro nos solteiros em ambos sexos.
  Portanto, para o coração a união estável além de diminuir o risco de ataque cardíaco ou morte súbita, diminui a mortalidade após a alta hospitalar.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O coração batendo fora do normal: Palpitações

Meu coração está disparando

Medida do pulso (batimentos cardiacos)