I M P O R T A N T E

As informações, sugestões e tratamentos citados neste blog e em seus links tem caráter apenas informativo, nunca substituindo a opinião ou conselho de seu médico.

domingo, 6 de novembro de 2011

Diga-me que website voce acessa que eu te direi quem és.




  "Doutor, eu sinto meu coração dar umas pontadinhas, será que vou ter morte súbita ? Perguntas assim recebo várias via blog. O fato é que a leitura completa das postagens responde este tipo de dúvida. Pouco adianta ler apenas o título da postagem e começar a digitar perguntas. Se investimos em roupas, sapatos ou vendo filme no YouTube, podemos investir um pouco de tempo lendo !!!  
  Cada vez mais observo que os pacientes chegam ao consultório após terem “consultado” na internet. Algumas vezes chegam bem informados mas a maioria  acredita que já conhece sua doença e inclusive o melhor tratamento! A web e as redes sociais  modificaram  o relacionamento entre os médicos e seus clientes, tornando-os melhor informados, porém frequentemente com "verdades" que nem sempre estão de acordo como a realidade.  
  Isso é o que me assusta, o conhecimento em si é muito bom e deve ser incentivado mas seu mau uso pode criar doentes e doenças irreais.
  Cria-se um novo tipo de cliente: aquele que acha que sabe tudo e veio á consulta apenas para confirmar se a internet está correta e se seu médico está fazendo o que a internet "manda".
  O fato é que estatísticas americanas recentes mostram que aproximadamente 70 % das informações médicas da internet não tem nenhuma base científica.

  É importante e fundamental que as pessoas se interessem por sua saúde,  porém procure sempre sites com informações confiáveis. 

  Se você está lendo online e a informação está começando a ficar assustadora, é o sinal para desligar o computador e fazer uma consulta com seu médico.
  Se o site quiser vender algo ou sugerir um "tratamento miraculoso" procure outras fontes.
  O computador não pode resolver problemas médicos complexos que requerem experiência e raciocínio humano. O computador não consegue realizar um exame físico, ou sentir o seu nível de dor, ansiedade ou qualquer que seja ela com um olhar. 
  A medicina é complexa, por isso é preciso muito esforço para passar no vestibular, cursar a faculdade, fazer uma residência e terminar a formação. Confie no seu doutor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Dia do portador de marcapassos

Em comemoração ao  Dia do Portador de Marcapasso , 23 de setembro, cardiologistas de todo o Brasil vão promover uma campanha orienta...