Anti inflamatórios e arritmias cardíacas

  


  Em estudo médico recentemente publicado  observou-se que a utilização de remédios anti-inflamatórios pode aumentar o risco de fibrilação ou flutter atrial 
  Participaram do estudo aproximadamente 30 % da população (1.7 milhão de habitantes) da  Dinamarca.Destes, mais de 32 mil foram internados devido ao primeira crise fibrilação ou flutter atrial. Após criteriosa avaliação estatística observou-se que a utilização de antiinflamatórios não esteróides (a grande maioria daqueles a venda nas farmácias) aumentou o risco para o aparecimento destas arritmias. A idade média destes pacientes com arritmia foi de 75 anos e a maioria homens. Este estudo devido a envolver um número muito grande de indivíduos deve servir de alerta. 
  Novos estudos deverão ser realizados para confirmar os achados deste estudo.
 Sempre é bom lembrar que todas as medicações podem apresentar efeitos indesejáveis e só utilizadas quando indicadas por um médico. Qualquer  efeito inesperado deve ser comunicado.
  

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O coração batendo fora do normal: Palpitações

Meu coração está disparando

Medida do pulso (batimentos cardiacos)