I M P O R T A N T E

As informações, sugestões e tratamentos citados neste blog e em seus links tem caráter apenas informativo, nunca substituindo a opinião ou conselho de seu médico.

domingo, 26 de junho de 2011

Doença do pânico e o coração




  Uma sensação de desespero quando a pessoa sente tontura, falta de ar, aceleração do coração, palpítações, dor no peito, medo e suor frio – entre vários outros sintomas. Essas sensações quando frequentes podem ser causadas por uma doença chamada de síndrome do pânico.
  Estas crises ocorrem mais em mulheres e podem durar até meia hora (usualmente 5 a 10 minutos). O humor nesse período parece uma montanha-russa: picos de ansiedade, pressão e respiração provocam exaustão e sonolência, como se fosse o fim de uma guerra. As crises também podem incluir fraqueza, desorientação e perda de memória.  Nesse momento, respirar devagar pode ajudar, principalmente com a ajuda de um saquinho de papel.
  Essa mudança brusca e completa do metabolismo, em que a vítima demonstra uma reação desproporcional – como se estivesse diante de uma ameaça real pode causar um aumento da pressão arterial, da freqüência cardíaca, de arritmias onde que a pessoa muitas vezes acha que está tendo um infarto e vai morrer. 
  Por que acontecem as crises de pânico? Talvez uma das funções mais primitivas de nosso cérebro é enviar sinais ao nosso corpo tais como acelerar o coração quando precisa correr, respirar fundo para oxigenar mais o sangue, ou mesmo ter dor quando se machuca. 
  Em algumas pessoas estes alarmes podem estar desregulados e, em situações completamente inapropriadas, eles disparam. Pode ser na fila do banco, no cinema, após preocupações ou mesmo em (aparente) repouso.
  É importante destacar que todos nós podemos ter reações semelhantes semelhantes a estas crises. A repetição ou o surgimento em momentos inadequados caracterizam a doença.
  Antes de procurar auxílio procure prestar atenção em seus sintomas: quando surgem, quanto tempo duram, o que desencadeia, etc.
  Lembre-se sempre que o medo, a ansiedade são respostas naturais de nosso organismo porem, se estas sensações estiverem atrapalhando a sua vida procure atendimento especializado.



21 comentários:

  1. dr tenho isso e nunca procurei medico , tive quando novo e depois mais uma vez e sumiu agora voltou , e acho que depois de um ano some tem dias que esta legal mais dias que so Deus tenho 37 anos e como troquei de trabalho nao sei se pode ser isso , ja tive 3 arritimias por causa disso e horroroso, e so passa pela manha , fiz eco da segunda vez e nada , mais valeu , bom blog abraços

    ResponderExcluir
  2. Tenho tido a sensação que meu coração bate na nuca, ouço-o batendo.
    Já procurei um cardio fiz eletro e alguns exames de sangue, estou esperando o resultado para voltar.
    Estava procurando na net o que poderia ser isso e achei seu site. Legal.

    Um abraço.

    ResponderExcluir
  3. Boa noite!
    Doutor,
    Pessoa de 38 anos qual o minimo e maximo de batimentos em repouso e realizando atividade fisica?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, sugiro que leias a postagem e os comentários http://www.foradoponto.com/2009/09/medida-do-pulso-batimentos-cardiacos.html
      Obrigado pela visita

      Excluir
  4. Bom dia doutor, gostei muito das explicações que me deixam um pouco mais calma...
    Tenho um filho de 01 ano e 07 meses e durante a gravidez minha pressão arterial começou a subir (14 x 9 - o limite), o medo de sofrer de pré-eclampsia fez com a mesma subisse mais.
    Um dia antes de meu filho nascer ela chegou a 16 x 10, mas exames descartaram a pré-eclampsia, era ansiedade...
    Meu filho nasceu, correu tudo bem, mas a pressão ficou descontrolada (principalmente pq não foi-me passado o sulfato ferroso após o parto e eu passava muito mal, com o medo era gerado total descontrole em minha pressão).
    Comecei a sentir taquicardia, medo de sair, de morrer, de ficar sozinha, minha médica não quis me encaminhar a um psicólogo/psiquiatra, acho que precisava, mas confio muito na médica e preferi tentar esquecer.
    Há uma semana fui diagnosticada com pneumonia, durante a consulta no Pronto Atendimento falei sobre o que lhe expliquei acima para a médica que fez um eletrocardiograma, esse detectou taquicardia, mas eu fiquei muito, muito nervosa!
    Tudo isso despertou em mim o hábito (quase desesperado) de ficar medindo os pulsos, em dois momentos ao medir eu senti uma (apenas uma) falha como se fosse tum, tum, tum... tum, tum, tum... Havia tomado café e estava com medo (como estou).
    No raio x a médica disse que meu coração está com tamanho normal, que ela só viu mesmo essa taquicardia (por volta de 150bpm)... Sinto o coração bater mais rápido só de pensar, já estou providenciando um cardiologista.
    Sou mulher, tenho 30 anos, há 08 meses fiz todos os exames de sangue necessários, todos normais.
    Sei que seria leviano lhe pedir um diagnóstico, sendo assim, lhe peço uma opinião!
    Obrigada pela atenção e pelo site,
    Herika Metz

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Herika, acredito que estás tomando a atitude mais sensata: procurar um cardiologista.
      Obrigado pela visita

      Excluir
  5. Certo, prometo voltar para contar o diagnóstico que espero que seja positivo.

    ResponderExcluir
  6. Olá doutor!
    Conforme prometido volto aqui para lhe contar como foi minha visita ao cardiologista.
    Diagnóstico: Ansiedade
    Recomendações: Exercício Físicos.
    Estou muito feliz.
    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Herika, grato pelo seu retorno, foi muito importante.
      Nada substitui uma visita ao médico para esclarecimento.
      siga as sugestões de seu médico que a vida ficará melhor,
      saudações e obrigado pela visita.

      Excluir
  7. Sou eu quem sinceramente agradece!

    ResponderExcluir
  8. Dr., sou diagnosticada com síndrome do pânico há 1 ano e meio. Tomo medicação, porém sinto meu coração dar uns socos durante o dia (umas 2 vezes ao dia) por 2 segundos e minha respiração acelera. Será que posso ter alguma arritmia? fui ao.cardiologista há 1 ano e fiz holter 24 h e ergométrico. Tenho 22 anos e medo de infartar. Repito os exames? o resultados foi normal, em um ano posso desenvolver alguma patologia? obrigada. Natália

    ResponderExcluir
  9. Doutor. As vezes eu tenho gases e sito que meu coração para de bater por 1 segundo EXE. Tum.tum.tum______tum.tum tum entao fico com muito medo e minha psi sobe meu coração dispara e fico sem ar . Depois de alguns segundos fico melhor. O que sera isso ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, sugiro leitura das postagens sobre palpitações: http://www.foradoponto.com/2012/02/palpitacoes-arritmias-e-ansiedade.html.
      Obrigado pela visita.

      Excluir
  10. Doutor tbm sinto isso da pergunta acima queria saber oq é As vezes eu tenho gases e sito que meu coração para de bater por 1 segundo EXE. Tum.tum.tum______tum.tum tum entao fico com muito medo e minha psi sobe meu coração dispara e fico sem ar . Depois de alguns segundos fico melhor. O que sera isso ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Rodrigo, sugiro leitura das postagens sobre palpitações: http://www.foradoponto.com/2012/02/palpitacoes-arritmias-e-ansiedade.html.
      Obrigado pela visita.

      Excluir
    2. Extrassistolis pode ser ventricular ou supraventricular eu tbm sinto mais as maiorias são benignas há a um.cardiologista que ira de explicar

      Excluir
  11. Eu sinto isso e ocorre durante as noites é muito ruim o que faco pra melhorar? ja estou tomando remedios para pressao .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, sugiro leitura das postagens sobre palpitações: http://www.foradoponto.com/2012/02/palpitacoes-arritmias-e-ansiedade.html.
      Obrigado pela visita.

      Excluir
  12. Ola Dr: Cidio, meu nome é Katia e tenho 41 anos, tenho tido insônia ultimamente, meu coração dispara e eu não consigo dormir, o que pode ser? Desde já agradeço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Katia, sugiro que converses com seu médico. Apenas ele (ela) pode te auxiliar a entender e coo lidar com esta desagradável sensação.
      Obrigado pela visita.

      Excluir
  13. Doutor,fui diagnosticada com crise de ansiedade e estresse. Acontece que isso esta atrapalhando muito os meus estudos,não consigo mais apresentar os meus seminários. Minhas mãos ficam geladas,meu coração acelera,me falta o ar,eu entro em desespero. Em casa,as vezes acordo a noite pensando que vou morrer,pois já acordei varias vezes com meu coração acelerado. Não sei o que fazer.

    ResponderExcluir

Os fabricantes de dispositivos de fitness ou qualquer dispositivo com sensores relacionados com a saúde, geralmente são cuidadosos e r...