I M P O R T A N T E

As informações, sugestões e tratamentos citados neste blog e em seus links tem caráter apenas informativo, nunca substituindo a opinião ou conselho de seu médico.

quinta-feira, 18 de novembro de 2010

Arritmias uma das causas de derrame cerebral


Devido ao grande número de visitas, vamos comentar um pouco mais sobre derrame cerebral. Aqui está uma causa menos conhecida de acidente vascular cerebral: batimentos cardíacos rápidos e irregulares ou conforme os médicos falam, fibrilação atrial

Como a respiração e todas as coisas que vêm naturalmente para nós, não sentimos normalmente os batimentos cardíacos. Ao menos que ele começe a acelerar ou desacelerar usualmente não sentimos nada.
É normal que o nosso coração a acelerar quando corremos ou nos agitamos mas, quando ele começa a bater excepcionalmente rápido e irregular, mesmo quando em repouso, pode ser um sinal de fibrilação atrial (FA) , uma alteração de ritmo comum em adultos no mundo inteiro.
Apenas nos Estados Unidos existem aproximadamente 2,3 milhões de pessoas com fibrilação atrial.
No entanto, apesar de ser uma condição comum, a fibrilação atrial pode não ser muito benigna. 



Mais importante ainda é que metade das pessoas que já são diagnosticados com esta arritmia não têm os fatores de risco comuns para desenvolvê-la como pressão alta, diabetes, ou algum tipo de doença cardíaca.

Além disso, mesmo quando uma pessoa vai para o hospital quando iniciam os sintomas, existe uma grande chance da arritmia terminar antes do atendimento pelo médico, impossibilitando assim o correto diagnóstico.

É por isso que em alguns países a ONG Arrhytmia Alliance está lançando uma campanha para que todos possam "sentir o pulso" com mais frequência. Assim, quando o pulso é irregular, é preciso fazer algo sobre isso."Queremos que os pacientes reconhecem que podem ter fibrilação atrial antes mesmo de iniciarem os sintomas e assim evitar as suas complicações como derrame cerebral" Utilizando um site e até mesmo um  aplicativo para o IPhone  (gratuito) já foram lançados com esta finalidade.
As arritmias são  basicamente uma alteração do sistema elétrico que controla e coordena nossos batimentos cardíacos. Durante a fibrilação atrial este sistema funciona mal. com os sinais elétricos surgindo de maneira irregular fazendo o coração vibrar em vez de contrair. Quando isso acontece, o sangue não consegue fluir suavemente para o corpo e existe a possibilidade de gerar coágulos que podem se soltar e  ir para o cérebro. Os médicos podem diagnosticar várias arritmias utilizando o estetoscópio e mesmo o aparelho de eletrocardiograma porém, em várias oportunidades outros exames podem ser necessários.


Como podemos saber se um batimento cardíaco rápido, acompanhado de falta de ar e desconforto no peito, por vezes, não é um aumento normal da freqüência cardíaca devido ao esforço ?  A chave é irregularidade. Quando o nosso ritmo cardíaco é aumentado em circunstâncias normais, ele sobe, mas de uma forma regular.

Sempre que seu coração bate rápido incomum, sem motivo justificado (como esforço, emoções, nervosismo, excesso de alcool ou café), e seus batimentos cardíacos são irregulares, é hora de consultar o seu médico.
"Algumas pessoas podem sentir falta de ar, tem dores no peito, ou até desmaiar".



No próximo post vamos comentar sobre algumas opções de tratamento.

segunda-feira, 15 de novembro de 2010

Doenças do coração podem ter alto risco de morte


No Brasil, 250 mil pessoas são acometidas pela morte súbita por ano. Segundo a Sociedade Brasileira de Arritmias Cardíacas (SOBRAC), o estilo de vida pode ser um dos fatores mais importantes para a pessoa desenvolver problema do coração. A maior causa de morte súbita são as chamadas arritmias, ou seja as alterações dos batimentos cardíacos. Apenas alguns tipos de arritmias, podem levar a morte súbita. Se voce está interessado em saber se está em risco a consulta com um médico é a primeira coisa que deve ser feita.  Ale´m de fazer várias perguntas e exames de sangue, ele pode pedir exames para saber como andam as batidas do coração durante todo o dia.Assim ele poderá fazer diversas sugestões e até mesmo iniciar algum tratamento para diminuir o risco de doenças cardíacas graves.

Durante uma Arritmia Cardíaca pode-se sentir: 

- O coração bater muito rápido, algumas vezes em descompasso ou mesmo muito devagar. 
- Dor ou sensação de desconforto no peito. 
- Sensação de aperto no pescoço, falta de ar ou respiração ofegante. 
- Tonturas seguidas ou não de sensação de desmaio. 


Em caso de dúvidas, procure o seu médico e converse com ele.

segunda-feira, 8 de novembro de 2010

Dificuldades para dormir e arritmias


A apnéia do sono é um distúrbio bastante grave em que a respiração do paciente diminui ou até mesmo para  por alguns momentos durante o sono. 

Frequentemente é acompanhada de roncos durante a noite além de causa cansaço e sonolência durante o dia devido as noites mal-dormidas.  Pior ainda, recentemente pesquisas demonstraram a ligação destas alterações do sono com diversos tipos de doença do coração e até mesmo de sérias arritmias cardíacas

Este estudo acompanhou cerca de 4.500 adultos de 40 anos.
Eles foram testados para a apnéia do sono, e depois foram acompanhados por oito anos.
Os resultados mostraram que pessoas com apnéia do sono tem mais chance de desenvolver doenças cardíacas como isquemia, arritmias cardíacas e crescimento do coração.
Curiosamente, as mulheres no estudo não mostraram os mesmos riscos que os homens, ainda não se sabe a causa.
 Conforme já era sabido, a obesidade é uma das maiores causas de distúrbios do sono. 70 % das pessoas com apnéia eram obesos.
Se você acha que tem apnéia do sono, é importante conversar com um médico, pois existe tratamento mas, antes de qualquer coisa, controle seu peso.

domingo, 7 de novembro de 2010

Programa Rede Vida - prevenção morte súbita

Na última quinta-feira participei de um programa de entrevistas com duração de 1:40 e transmissão nacional. O assunto foi arritmias e morte súbita. O número de perguntas sobre o assunto impressionou até mesmo os produtores do programa, além daquelas respondidas ao vivo, mais de 200 chegaram, e já estão sendo respondidas via e-mail. 
Segundo a produção, em toda a história do programa foi o segundo maior número de perguntas perguntas recebidas, só perdendo para um político de atuação nacional.. Muitas das perguntas citaram o foradoponto como fonte de informações. Gostaria de agradecer a todos e reafirmar meu compromisso de manter aberto este canal para comunicação de informações úteis para melhorar a vida de todos.

quinta-feira, 4 de novembro de 2010

Prevenção morte súbita

Hoje, na RedeVida, as 22:20 hs, em cadeia nacional, programa de entrevistas sobre a prevenção das doenças cardíacas e morte súbita.



Causas e sintomas do derrame cerebral




O derrame cerebral sempre foi uma doença severa. É a terceira maior causa de morte nos Estados Unidos, só perdendo para doenças do coração e câncer. Os médicos chamam de Acidente Vascular Cerebral (AVC) pois as causas desta emergência estão sempre relacionados aos vasos que levam sangue ao cérebro. 
Apesar de que muitas vezes não conseguirmos prevenir, é importante  reconhecer os sinais iniciais do AVC para iniciar  o tratamento o mais rapidamente possível, diminuindo a mortalidade e evitando a perda da função de células cerebrais. Muitas pessoas tem paralisias, dificuldade de movimentação ou da fala causados por derrames cerebrais.
Todos devem aprender os sinais de alerta do acidente vascular cerebral.. Eles podem preceder em  alguns minutos até dias  Se você ou alguem próximo estiver com  algum destes sintomas, procure auxilio médico.

- Fraqueza em um braço, mão ou perna.
- Dormência em um lado do corpo.

- Perda súbita da visão, especialmente em apenas um olho.
- Dificuldade súbita de falar.

- Incapacidade de compreender o que alguém está dizendo. 
- Tonturas ou perda de equilíbrio de início súbito.
- Dor de cabeça forte, de início súbito.


Apesar de que o derrame não é a única causa destes problemas, é a mais severa.
Quando os sintomas de derrame ocorrer, a ação rápida é fundamental. Sómente o médico poderá determinar com certeza se o que você está sentindo está relacionado a uma doença mais severa.
Sabemos que a idade, pressão alta, o fumo, diabete, colesterol elevado, obesidade aumentam a chance de derrames portanto devemos todos trabalhar na eliminação (ou controle) destes fatores de risco.  É raro ocorrer este tipo de problema antes dos 40 anos.
Mas voce pode estar se perguntando, porque este post é sobre derrame quando o blog é de arritmias cardíacas?
A principal causa de derrames é uma arritmia cardíaca: fibrilação atrial. O problema é tão sério que o principal remédio que se utiliza para quem tem esta arritmia são para "afinar" o sangue: os anticoagulantes. A arritmia provoca um aumento da coagulação do sangue dentro dos coração e forma coágulos que podem ser liberados para todo o corpo, em especial o cérebro.
Lembre-se: Procure atendimento de emergência em caso de dúvida.  Sómente o médico poderá determinar com certeza se o que você está sentindo está relacionado a uma doença mais severa.

terça-feira, 2 de novembro de 2010

Prevenção da Morte Súbita

Novembro é o mês em que a Sociedade Brasileira de Arritmias Cardíacas (SOBRAC) realiza atividades para promover a prevenção da morte súbita. A necessidade de estarmos atentos a este grande problema de saúde pública é fundamental. Os dados do Ministério da Saúde mostram que morrem aproximadamente. 800 brasileiros por dia somente deste problema. A maior causa de morte súbita é a aceleração dos batimentos cardíacos, arritmia cardíaca. Principalmente um tipo chamado de "fibrilação ventricular". Durante este mês repetirei os posts mais visitados sobre a prevenção deste tipo de doença.

Os fabricantes de dispositivos de fitness ou qualquer dispositivo com sensores relacionados com a saúde, geralmente são cuidadosos e r...