I M P O R T A N T E

As informações, sugestões e tratamentos citados neste blog e em seus links tem caráter apenas informativo, nunca substituindo a opinião ou conselho de seu médico.

domingo, 15 de agosto de 2010

Causas de fibrilação atrial

 fibrilação atrial está associada a diversas doenças do coração tais como alterações nas válvulas, hipertensão arterial de longa data, doença arterial coronária, infarto, pericardite, cirurgia cardíaca, insuficiência cardíaca entre outras.
A fibrilação também pode acompanhar doenças da tireóide, pulmonares (enfisema, asma, embolia ou mesmo pneumonias).
Substâncias como o álcool, café ou energéticos, assim como o consumo de drogas podem estar associados a esta arritmia, principalmente quando ela ocorre subitamente. Usualmente 6 a 48 hs. após o consumo.
Alguns dos remédios mais utilizados para o tratamento de gripes e resfriados contém  uma substância chamada de pseudoefedrina que pode também causar fibrilação. Remédios para emagrecer estão frequentemente associados com esta arritmia.
Em muitos pacientes nenhuma causa específica para a fibrilação atrial pode ser identificada, quando isto acontece, os médicos chamam de "idiopática("Idiopática" é a  maneira médica de dizer, "não sabemos está causando isso"). 
As chances da fibrilação atrial idiopática estão relacionados com a idade. A cada década sucessiva de vida, o risco aumenta, de modo que, embora a fibrilação atrial seja rara em pacientes abaixo de 50, torna-se bastante comum entre os 80 e 90 anos. 
Quando a fibrilação atrial idiopática é observada em pacientes mais jovens (aqueles com idade inferior a 50), o termo "fibrilação atrial isolada" é frequentemente utilizado. A grande maioria das pessoas com fibrilação atrial tem o tipo  chamado de paroxística (aquela que vem em salvas, em crises, em acessos, no seu momento de maior intensidade, frequência e/ou duração). Elas apresentam  um ritmo cardíaco normal, mas tem episódios ocasionais de arritmia com início súbito e duração menor que 24 hs. Usualmente os sintomas desaparecem também de forma súbita.
No blog existem diversas postagens sobre o assunto, recomendo que leiam sobre o assunto pois esta é a arritmia que mais freqüentemente leva a consultas nas emergências dos hospitais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Casado(a)? Sua chance de morrer por doença do coração pode ser menor!

Pessoas com doença cardíaca  casados apresentam menor risco de morte por doenças do coração assim como de outras doenças do que os não...