I M P O R T A N T E

As informações, sugestões e tratamentos citados neste blog e em seus links tem caráter apenas informativo, nunca substituindo a opinião ou conselho de seu médico.

quarta-feira, 31 de março de 2010

Os remédios estão caros



Documento da empresa Painel Brasil e divulgado pela Sociedade Brasileira de Cardiologia trata da real preocupação com a dificuldade de acesso aos medicamentos e seu impacto nos tratamentos das doenças cardíacas, dentre elas as arritmias cardíacas (http://foradoponto.blogspot.com/2009/11/morte-subita-cardiaca-vamos-prevenir.html ).

Resumindo:
   - 40 % do total de mortes no Brasil são causados por doenças cardíacas, que necessitam tratamento continuado.
   - Existe diferenças importantes entre o custo das medicações e a capacidade financeira das familias.
   - A capacidade de um medicamento auxiliar o tratamento de uma doença está diretamente associado a seu uso como recomendado.
   - A variação de preços de um mesmo remédio confunde o consumidor.
  - A falta de conhecimento pelo paciente do porque do uso da medicação diminui o seu comprometimento com o uso continuo.
  - Mesmo entre aqueles que moram perto de postos de saúde, menos da  metade  conseguem alguns dos remédios de graça.
  - Enquanto a classe A gasta aproximadamente 250 reais por ano em remédios, a classe C gasta 74 reais.
   
Concluindo:
   - A não utilização correta dos remédios prejudicam o controle das doenças e aumentam a chance de complicações e até mesmo a morte associada.
   - A questão econômica é a base do problema.
  - A identificação pelo médico daqueles com maior necessidade deve ser uma preocupação, assim como o encaminhamento para procurar a rede de postos de saúde para conseguir ao menos alguns medicamentos.

Portanto, amigos, quando o uso de medicamentos a longo prazo é necessária, pergunte a seu médico ou vá a um posto de saúde para tentar conseguir a medicação. A saúde deve ser uma prioridade de governo, devemos todos pressionar por isto, independente de quem está no poder.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Casado(a)? Sua chance de morrer por doença do coração pode ser menor!

Pessoas com doença cardíaca  casados apresentam menor risco de morte por doenças do coração assim como de outras doenças do que os não...