I M P O R T A N T E

As informações, sugestões e tratamentos citados neste blog e em seus links tem caráter apenas informativo, nunca substituindo a opinião ou conselho de seu médico.

domingo, 26 de julho de 2009

Michael Porter e o sistema de saúde: II

Michael Porter é reconhecidamente o maior especialista em estratégia nas empresas. Suas teorias sobre forças competitivas, gestão, tipos de estratégias, relacionamento entre empresas e cadeias de valor o colocam como sendo o grande gurú da administração das corporações modernas. Em seu modelo de gestão, todos as etapas são conduzidas por processos adequados e dirigidos para a sustentabilidade da coporação.
Ele é o Sigmund Freud da gestão corporativa.
Em sua releitura dos sistemas de saúde Michael Porter, aponta várias facetas do problema da falta de foco no paciente.
Hoje abordaremos a questão da escolha dos serviços médicos:
No sistema atual, os pacientes não escolhem os serviços médicos pela qualidade, na maior parte das vezes esta escolha é realizada pelo convênio pagador do serviço. Nesta premissa, a qualidade do serviço prestado não é avaliada pelo convênio ou pela sociedade. Sómente quando acontece algo muito fora do comum ou aberrante é que os demais elos da corrente ficam sabendo. Ninguem sabe quais são os resultados dos tratamentos realizados por cada hospital. Será que a equipe é boa no que faz? Será que o hospital compra os remédios nas dosagens certas? Será que o valor que o convênio paga permite que o médico consiga estudar para tratar melhor seus doentes? Porque os funcionários dos hospitais tratam mal as pessoas? Porque os resultados e os processos internos dos hopsitais não são publicados e auditados?
Perguntas como estas são fundamentais para que possamos escolher aonde vamos levar nossos queridos para serem tratados.
Caso a excelência do serviço prestado seja valorizada, a escolha do serviço médico será realizada pelo cliente tendo em mente a qualidade dos serviçois prestados. Os bons serviços serão recompensados, quem não for competente no que faz, que faça melhor ou mude de ramo.


2 comentários:

  1. Dr Cidio,
    Gostei muito da série de posts que seu blog abordará sobre esse tema. É muito oportuna e extremamente necessária a nossa situação atual.
    Espero que não se importe que eu republique no http://timedicina.blogspot.com .
    Parabéns! =]

    ResponderExcluir
  2. Com o maior prazer Leandra, a qualificação dos serviços médicos é uma discussão que está ainda em sua fase embrionária no nosso meio. Acredito ser importante que estes aspectos passem a ser de importancia para a seleção dos melhores profissionais.

    ResponderExcluir

Casado(a)? Sua chance de morrer por doença do coração pode ser menor!

Pessoas com doença cardíaca  casados apresentam menor risco de morte por doenças do coração assim como de outras doenças do que os não...