I M P O R T A N T E

As informações, sugestões e tratamentos citados neste blog e em seus links tem caráter apenas informativo, nunca substituindo a opinião ou conselho de seu médico.

domingo, 21 de junho de 2009

Evolução dos tipos de Fibrilação Atrial

A maneira como a fibrilação atrial se apresenta ainda não é bem entendida. Os médicos classificam como paroxística, a mais frequente, quando inicia subitamente e dura pouco tempo, persistente, quando inicia subitamente e dura mais ou ainda permanente. O fato é que ao longo do tempo, a maioria das pessoas passa para o tipo permanente. Ainda não se conhece exatamente o porque e nem o que faz com que esta progressão aconteça. Um recente estudo americano sugere que fatores como a presença de doença cardíaca, o tamanho da câmara do coração chamada de átrio esquerdo e a insuficiência cardíaca, podem predizer quais pacientes podem progredir para o modo permanente da fibrilação atrial.
Porque esta preocupação dos médicos?
A fibrilação atrial é uma doença que causa o batimento irregular do coração. Muito frequente, as estimativas são que só os Estados Unidos tem mais de 2 milhões de pessoas com esta doença. O maior problema é que ela está fortemente associada com a presença de trombos no corpo e, principalmente no cérebro, causando AVCs, (derrames), que podem deixar a pessoa paralítica, sem sensibilidade ou até mesmo a morte.


fonte: http://jafib.blogspot.com/2009/06/evolution-of-paroxysmal-atrial.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Casado(a)? Sua chance de morrer por doença do coração pode ser menor!

Pessoas com doença cardíaca  casados apresentam menor risco de morte por doenças do coração assim como de outras doenças do que os não...