Evolução dos tipos de Fibrilação Atrial

A maneira como a fibrilação atrial se apresenta ainda não é bem entendida. Os médicos classificam como paroxística, a mais frequente, quando inicia subitamente e dura pouco tempo, persistente, quando inicia subitamente e dura mais ou ainda permanente. O fato é que ao longo do tempo, a maioria das pessoas passa para o tipo permanente. Ainda não se conhece exatamente o porque e nem o que faz com que esta progressão aconteça. Um recente estudo americano sugere que fatores como a presença de doença cardíaca, o tamanho da câmara do coração chamada de átrio esquerdo e a insuficiência cardíaca, podem predizer quais pacientes podem progredir para o modo permanente da fibrilação atrial.
Porque esta preocupação dos médicos?
A fibrilação atrial é uma doença que causa o batimento irregular do coração. Muito frequente, as estimativas são que só os Estados Unidos tem mais de 2 milhões de pessoas com esta doença. O maior problema é que ela está fortemente associada com a presença de trombos no corpo e, principalmente no cérebro, causando AVCs, (derrames), que podem deixar a pessoa paralítica, sem sensibilidade ou até mesmo a morte.


fonte: http://jafib.blogspot.com/2009/06/evolution-of-paroxysmal-atrial.html

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O coração batendo fora do normal: Palpitações

Meu coração está disparando

Medida do pulso (batimentos cardiacos)